O difusor de ambientes vem sendo cada vez mais utilizado pelas pessoas e isso se deve aos diversos benefícios promovidos. Com a pandemia do COVID-19, as pessoas começaram a valorizar mais o bem-estar e qualidade de vida, sendo que muitas também ficaram mais ansiosas nesse período. Justamente por isso, os óleos essenciais ficaram mais conhecidos, visto que alguns deles ajudam nessa área. Mas, além disso, o aromatizador de ambientes também tem função decorativa, deixando os espaços mais charmosos e aconchegantes.

Contudo, ainda que seja cada vez mais utilizado, muitos ainda não entendem por completo seu funcionamento. Então, pensando nisso, preparamos o post de hoje para falar se realmente vale a pena ter um difusor de ambientes.

O que são os difusores de ambientes?

Vantagens de ter um aromatizador de ambientes além da decoração?
Foto de cottonbro studio

Os difusores elétricos são uma repaginação dos tradicionais difusores de varetas, emitindo uma fumaça no ar, que carrega as diversas moléculas dos óleos essenciais para o ambiente. Sendo assim, basta pingar algumas gotas do óleo essencial desejado no aparelho e misturar com um pouco de água. A partir disso, dependendo do que foi escolhido, você irá sentir diferentes sensações, como relaxamento, bem-estar, maior facilidade de concentração, etc.

É possível utilizar o aparelho por um período de 1h até 6h, dependendo da finalidade ou indicação do aromaterapeuta. É importante deixar claro que os óleos essenciais têm funções diferentes. Por exemplo, o de lavanda é ideal para acalmar a mente, enquanto o de hortelã-pimenta, ajuda na concentração.

Quais são os benefícios promovidos pelo difusor de ambientes?

Devemos ressaltar que o difusor por si só não promove grandes benefícios, visto que deve ser usado em conjunto com os óleos essenciais. Afinal, é a ação desses dois itens que irá promover os benefícios no dia a dia.

Um dos principais é o fato de que o aparelho ajuda a purificar o ar do ambiente. Isso porque, dependendo do óleo essencial utilizado, é possível neutralizar odores, como do cigarro e outros desagradáveis. Afinal, ele possui componentes antimicrobianos e antibacterianos derivados da natureza, agindo diretamente no ar e purificando o cômodo.

Além disso, os difusores são ionizados. Ou seja, os íons negativos atraem partículas de poeira, alérgicos e outras substâncias, garantindo um ar mais limpo. Nesse sentido, os difusores ainda ajudam pessoas que sofrem de alergias ao pó, asma e outras doenças respiratórias.

Vale lembrar ainda que os óleos essenciais, quando usados da maneira correta, ajudam a melhorar o humor e aliviar o estresse. Da mesma forma, os óleos naturais e puros da planta ajudam a estimular o sistema imunológico e contribuir para que ele fique mais resistente.

Outro ponto importante é que o difusor de ambientes também pode servir para umidificar o espaço, visto que a pequena fumaça liberada é devido à água colocada no recipiente. Inclusive, quando combinado com o óleo essencial de eucalipto, torna-se um combo poderoso para dias muito secos. Inclusive, ele tem a capacidade de aumentar a umidade do ar em até 40% no ambiente.

Uma questão muito interessante é que boa parte dos difusores têm o recurso de desligamento automático. Sendo assim, você consegue evitar o desperdício dos óleos essenciais. Da mesma forma, ainda pode desligar o aparelho e ligá-lo novamente quando desejar, sem precisar acrescentar mais gotas do óleo essencial.

Por fim, mas não menos importante, o difusor não deixa que o óleo essencial seja aquecido, o que mantém as propriedades químicas da fonte de onde foram criados, ou seja, das plantas.

Como usar o difusor de ambientes?

Como falamos, são muitas opções de difusores disponíveis do mercado, sendo que muitos até mesmo são utilizados como parte da decoração. Os modelos mais comuns são os que imitam madeira e mudam as cores das luzes. Mas, também existem opções mais discretas e que conseguem cumprir com o objetivo de aromatizar o ambiente e trazer boas sensações.

Por mais que seja um aparelho bem simples de utilizar, ele exige alguns cuidados para que sua durabilidade não seja perdida. Um dos principais é que ele deve ser limpo com frequência e sempre que usar óleos essenciais, deve-se higienizar o recipiente com um pano úmido. Além disso, de tempos em tempos, também é indicado utilizar uma bucha macia com um pouco de detergente. Da mesma forma, passe um pano úmido na parte externa e nunca deixe cair água ou outros produtos no motor.

Vale a pena ter difusor de ambientes?

Bom, se você chegou até aqui provavelmente entendeu que sim, vale a pena ter um difusor de ambientes. Isso porque, em conjunto com os óleos essenciais, ele promove diversos benefícios aos moradores, como maior relaxamento, foco nas atividades do dia a dia, concentração, entre outros. Além disso, ajuda a manter a qualidade do ar, visto que também serve como um umidificador de ambientes.

Não podemos deixar de lembrar ainda que o cômodo fica com uma fragrância muito agradável e o espaço mais aconchegante. Portanto, esse é um ótimo investimento em bem-estar e qualidade de vida.